Riberalves lança gama de refeições prontas de bacalhau

Data:

A Riberalves lançou uma gama de refeições prontas de bacalhau: Bacalhau à Brás, Bacalhau com Natas, Lasanha de Bacalhau, Empadão de Bacalhau, e Bacalhau do Chef.

É a estreia da Riberalves no segmento de refeições pré-cozinhadas e que está a ser vendida na moderna distribuição e, brevemente, no Brasil. “Os produtos preparados congelados, com qualidade reconhecida, são um segmento de mercado que tem tido um crescimento exponencial nos países desenvolvidos. É no seguimento desta tendência, aliada à nossa constante aposta em produtos tradicionais de elevada qualidade e conveniência, que estamos a lançar esta gama de produtos”, sunlinha Ricardo Alves, administrador Riberalves, em comunicado.

“Procuramos ir ao encontro das novas necessidades dos consumidores, com uma proposta que garante a melhor qualidade das refeições prontas, baseadas em receitas tradicionais de bacalhau. O mercado pedia há muito tempo uma oferta que garantisse total satisfação e esse é o racional desta aposta da Riberalves, a marca de referência do bacalhau em Portugal” acrescenta.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.