Tesla chama à oficina 475.318 carros nos EUA com avaria

Data:

A Tesla quer recolher 475.318 dos seus veículos nos Estados Unidos devido ao mau funcionamento da câmara traseira, que pode aumentar o risco de colisão, e à abertura involuntária do capô, foi anunciado.

Segundo dados do regulador National Highway Traffic Safety Administration (NHTSA), em causa estão 356.309 veículos Tesla do modelo três, produzidos entre 2017 e 2020, com problemas na câmara traseira, que poderá ter sido danificada pelo fecho a abertura da bagageira.

Segundo o NHTSA, o mau funcionamento da câmara “pode aumentar o risco de colisão”.

A empresa de Elon Musk já recebeu 2.301 reclamações ligadas a este problema.

Neste sentido, a empresa vai inspecionar todos os veículos e corrigir a avaria.

Os proprietários que já levaram o seu carro à oficina para resolver o problema em causa podem solicitar o reembolso da despesa.

Por sua vez, 119.009 veículos do Modelo S, produzidos entre 2014 e 2021, foram chamados à oficina por causa da avaria verificada no capô, que já motivou quatro reclamações.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.