Empresa portuguesa ‘leva’ pacientes virtuais a mais de 4.000 estudantes no Canadá

Data:

O simulador de pacientes virtuais Body Interact, desenvolvido pela tecnológica portuguesa Take The Wind (TTW), vai ser utilizado por mais de 4.000 estudantes da área da saúde no Canadá, anunciou hoje a empresa sediada em Coimbra.

A Take The Wind foi uma das quatro empresas selecionadas “para desenvolver conteúdo nas áreas de pneumologia, neurologia, obstetrícia e microbiologia para o ensino dos [futuros] profissionais de saúde” daquele país norte-americano, refere a empresa, em comunicado enviado à agência Lusa.

O projeto, financiado pelo Governo do Canadá, foi desenvolvido por uma associação local “com o objetivo de implementar novas e inovadoras formas de ensino e treino” de estudantes de enfermagem, ciências médicas laboratoriais e serviços de emergência, os quais “têm a possibilidade de desenvolver competências ao nível do raciocínio clínico e tomada de decisão num ambiente de simulação”, adianta.

A iniciativa foi desenvolvida levando em conta a pandemia de covid-19, que, em 2020, levou a que o contacto dos estudantes com pacientes reais fosse “baixo ou quase nulo”.

Citado na nota de imprensa, Pedro Pinto, administrador executivo da TTW, afirma que a seleção do simulador Body Interact como “ferramenta educativa para o treino de mais de quatro mil estudantes” no Canadá significa a “transformação de uma metodologia de ensino tradicional para uma alternativa virtual, mais forte e aceleradora do desenvolvimento das capacidades”.

Os conteúdos desenvolvidos pela empresa portuguesa possibilitam, por exemplo, que os estudantes sejam colocados perante pacientes virtuais com uma embolia pulmonar, agentes patogénicos infecciosos ou uma hemorragia pós-parto, entre outras situações clínicas.

A TTW sustenta ainda que o projeto contribui, também, para quatro dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável 2030 da ONU.

Em concreto, segundo a empresa, “assegura uma educação de qualidade inclusiva e equitativa, promovendo oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos”, permite “alcançar a igualdade de género e capacitar todas as mulheres e raparigas, promove o crescimento económico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno, produtivo e trabalho decente para todos e reduz a desigualdade dos países”.

O Body Interact é um simulador virtual de pacientes desenvolvido para mais de 20 áreas terapêuticas diferentes com cerca de 170 mil utilizadores em todo o mundo, frisa a TTW.

Apoiando-se em dados de um estudo realizado em setembro de 2020, em 11 instituições de ensino que passaram a incluir a plataforma tecnológica nos seus processos de aprendizagem, a TTW – que opera em 47 países e possui, entre os seus clientes, sociedades científicas, hospitais universitários ou escolas de medicina e enfermagem – sustenta que 92% dos estudantes afirma que o simulador “permite colmatar lacunas de aprendizagem no processo de ensino e de aprendizagem individual”.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.