Sete adeptos do Dortmund detidos após desacatos no Bairro Alto em Lisboa

Data:

 Sete adeptos do Borussia Dortmund foram detidos em Lisboa na terça-feira à noite na sequência de desacatos ocorridos no Bairro Alto, tendo dois polícias sofrido ferimentos ligeiros, disse hoje à Lusa fonte do Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis).

“Os desacatos terão começado às 23:40 na Rua da Atalaia, no Bairro Alto. Cinquenta adeptos do clube alemão Borussia Dortmund começaram a arremessar vários objetos, entre cadeiras, mesas”, relatou a fonte.

Na sequência da intervenção da PSP para travar os confrontos, dois polícias sofreram ferimentos ligeiros e sete adeptos foram detidos.

Hoje, o Sporting defronta o Borussia Dortmund num jogo da Liga dos Campeões de futebol.

A mesma fonte adiantou à Lusa que ocorreram também confrontos perto do Pavilhão João Rocha, em Lisboa, após um jogo de andebol entre o Sporting e o AEK Atenas, na terça-feira.

“Trinta pessoas envolveram-se em confrontos após o jogo. Seis adeptos ficaram feridos, sendo que, destes, cinco foram assistidos no local e um foi transportado ao hospital”, disse.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.