Retomada circulação no Metro de Lisboa após greve parcial dos trabalhadores

Data:

A circulação no Metropolitano de Lisboa foi retomada com normalidade cerca das 10:00 de hoje, depois de uma greve parcial de trabalhadores entre as 05:00 e as 09:30, disse à Lusa fonte da empresa.

Em declarações hoje de manhã à Lusa, Anabela Carvalheira, da Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (FECTRANS), tinha dito que, à semelhança das greves da semana passada, a adesão é “elevada”.

Trabalhadores do Metro de Lisboa cumprem hoje uma nova greve parcial, entre as 05:00 e as 09:30 para a generalidade dos trabalhadores, e entre as 09:30 e as 12:30 para os administrativos.

Por causa da paralisação, a Carris, gerida pela Câmara Municipal de Lisboa, anunciou um reforço de quatro das suas carreiras rodoviárias devido às duas greves do Metropolitano desta semana, agendadas para hoje e quinta-feira.

“Devido à greve do Metro, vamos reforçar as carreiras seguintes: 726 no troço Pontinha Metro – Estefânia; 736 nos troços Senhor Roubado – Marquês de Pombal e Campo Grande – Cais do Sodré; 744 no troço Oriente – Restauradores; e 746 no troço Sete Rios – Marquês de Pombal”, informou a Carris na sexta-feira.

Para quinta-feira está agendada uma greve de 24 horas para a generalidade dos trabalhadores, pelo que se “prevê que o serviço de transporte encerre a partir das 23:00 do dia 03 de novembro [quarta-feira] e reabra às 06:30 de dia 05 de novembro [sexta-feira]”, segundo a transportadora.

Os sindicatos representativos dos trabalhadores do Metropolitano de Lisboa, E.P.E. apresentaram pré-avisos de greve em protesto contra o congelamento salarial e exigindo o preenchimento imediato do quadro operacional e as progressões na carreira.

O Metropolitano de Lisboa diz estar “recetivo à discussão das propostas apresentadas pelas entidades sindicais, sendo as mesmas objeto de negociação”.

Trabalhadores da empresa cumpriram em 26 e 28 de outubro duas greves parciais que, segundo a FECTRANS, tiveram uma adesão elevada. Segundo a transportadora, no dia 26 a paralisação teve uma adesão de 42,62% e no dia 28 de 45,37%.

Na segunda-feira, foi ainda iniciada uma greve às horas extraordinárias por 10 dias, renováveis.

Os trabalhadores realizaram já greves parciais ao serviço em maio e junho, tendo em conta as mesmas reivindicações apresentadas para as novas paralisações.

O Metropolitano de Lisboa opera com quatro linhas: Amarela (Rato-Odivelas), Verde (Telheiras-Cais do Sodré), Azul (Reboleira-Santa Apolónia) e Vermelha (Aeroporto-São Sebastião). O serviço funciona das 06:30 às 01:00 todos os dias.

A greve parcial de hoje coincide com uma paralisação de 24 horas dos trabalhadores da Rodoviária de Lisboa, numa semana em que a capital recebe o evento internacional Web Summit, que começou na segunda-feira e termina na quinta-feira.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.