Agendamentos no consulado de Portugal na Guiné-Bissau com novas regras

Data:

Os agendamentos dos atos consulares na secção consular da Embaixada de Portugal na Guiné-Bissau vão passar a ser todos feitos pela Internet através de duas plataformas, anunciou hoje a representação diplomática portuguesa em Bissau.

Em comunicado, a secção consular da embaixada de Portugal informa que todos os atos consulares passam a ser feitos nas plataformas “Agendamento Online” e “E-Visa” a que se pode aceder através do endereço https://bissau.embaixadaportugal.mne.gov.pt.

“As referidas plataformas permitirão ao utente escolher o dia e a hora mais conveniente para efetuar o seu agendamento”, salienta-se no comunicado.

A secção consular solicita a todos os interessados, incluindo aos que já tinham feito um pedido de agendamento por email e que não obtiveram resposta, para fazerem novos agendamentos na plataforma “E-Visa” para entrega de pedidos de visto e na plataforma “Agendamento Online” para marcação dos restantes atos consulares.

Na página online da embaixada, os interessados podem obter mais informações e esclarecimentos sobre a forma de fazer novas marcações.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.