Horário alargado nos cemitérios nos dias de Todos os Santos e de Fiéis Defuntos

Data:

Os cemitérios de Lisboa vão estar abertos até às 18:00 té terça-feira, para responder à “grande afluência” que se prevê nos dias de Todos os Santos e de Fiéis Defuntos, anunciou a Câmara Municipal.

O alargamento do horário de encerramento dos cemitérios na capital durante  quatro dias visa “dar resposta à grande afluência de público que, tradicionalmente, se regista nos dias de Todos os Santos [feriado de 01 de novembro] e de Fiéis Defuntos [02 de novembro]”, indicou o município, sem referir medidas adicionais no âmbito da pandemia de covid-19.

Durante estes dias, “os serviços administrativos dos cemitérios alargam o período de funcionamento até às 16:30”, acrescentou a autarquia, em comunicado.

Em 2020, a pandemia condicionou a celebração dos dias de Todos os Santos e de Fiéis Defuntos, uma vez que a covid-19 ainda não estava controlada e não existiam vacinas contra a doença. Nos cemitérios de Lisboa houve controlo de entradas, o uso de máscara foi obrigatório e as capelas estiveram encerradas.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.