Summer School do Turismo de Portugal deu a conhecer o país a mais de 500 lusodescendentes

Data:

A primeira edição dirigida a lusodescendentes da Summer School do Turismo de Portugal terminou esta sexta-feira com uma sessão que contou com a participação da Secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, e da Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes.

Organizada pelas Escolas do Turismo de Portugal, com o apoio da Secretaria de Estado do Turismo e da Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas, a iniciativa decorreu ao longo desta semana, de forma gratuita e em formato online, com sessões em português e em inglês, proporcionando a 534 lusodescendentes, de 46 países diferentes, formas de melhor conhecerem as suas origens e descobrirem Portugal, apresentando-lhes oportunidades para estudar, trabalhar e investir no país.

Do total de participantes, 120 eram originários de países não falantes de Português (como Noruega, Austrália, Irlanda, entre outros), 37% do Brasil, 5,6% da Venezuela, 4,7% da Guiné Bissau, 2,8% de Angola, 1,9% da Suíça e 1,7% da Argentina.

O sucesso desta edição da Summer School levou o Turismo de Portugal a prever a sua continuação no próximo ano, preferencialmente em formato presencial numa das suas Escolas, com alojamento incluído, convidando os lusodescendentes a vir conhecer o país.

O programa deste ano percorreu as cinco regiões de Portugal continental (Norte, Centro, Lisboa, Alentejo e Algarve), tendo sido dinamizado pelas Escolas do Porto, Oeste, Estoril, Portalegre e Portimão que, em cada dia, apresentaram a geografia, a cultura e o património de cada região. Nesta viagem pelo país foram destacados os principais atrativos paisagísticos do litoral, interior e montanhas, em particular os trilhos e a natureza, e ainda a cultura e o património, nomeadamente, a língua portuguesa e os monumentos classificados pela UNESCO. A Gastronomia e o Enoturismo estiveram também em destaque, com atividades de demonstração e produção de receitas das várias regiões.

A primeira edição dirigida a lusodescendentes da Summer School do Turismo de Portugal termina hoje, 17 de setembro, com uma sessão que conta com a participação da Secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, e da Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes.

Para a Secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, “o elevado número de participantes nesta Summer School, bem como a sua proveniência, é bem demonstrativo do interesse que Portugal, e mais concretamente toda a área do turismo – nas suas múltiplas valências e oportunidades -, desperta nas comunidades de lusodescendentes espalhadas pelo mundo.”

A primeira edição dirigida a lusodescendentes da Summer School do Turismo de Portugal termina hoje, 17 de setembro, com uma sessão que conta com a participação da Secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, e da Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes.A Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas salientou que “a primeira edição deste evento para lusodescendentes representa um sinal claro da atual vitalidade da ligação entre os lusodescendentes e Portugal; não apenas numa perspetiva de aqueles revisitarem as suas origens, mas igualmente pelas possibilidades que esta ligação representa para o futuro profissional e pessoal destes jovens”.

A iniciativa visou promover a valorização das competências e do emprego nas várias áreas de atividade do setor do turismo, dando a conhecer as oportunidades que existem em Portugal para prosseguir os estudos, criar uma carreira profissional ou investir no país, dirigidas a uma nova geração.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.