Selecionador luso de futebol de praia entre os nomeados para melhor treinador do mundo

Data:

O selecionador português de futebol de praia, Mário Narciso, está entre os 12 nomeados para melhor treinador do mundo, juntamente com o compatriota António Torres, técnico do Sporting de Braga, revelou a Beach Soccer WorldWide.

Durante as próximas semanas, os capitães e treinadores de seleções nacionais e clubes, que disputam as competições da Beach Soccer World Wide, vão votar para eleger o vencedor.

Os três finalistas serão anunciados no final de outubro, enquanto o vencedor será conhecido na Gala da Beach Soccer Stars2021, agendada para novembro, no Dubai.

Márcio Narciso, que já venceu o galardão em duas ocasiões (2015 e 2016), e António Torres integram um lote composto por outros 10 nomes: Abineiro Adolfo Ussaca (Moçambique), Angelo Schirinzi (Suíça), German Parrillo (Uruguai), Gilberto Costa (Brasil), Mikhail Likhachev (Rússia), Mykola Konstenko (Ucrânia), Nico Alvarado (Bielorrússia), Rudis Gonzalez Gallo (El Salvador), Sylla Oumar (Senegal) e Talib Hilal (Omã).

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.