Mais de 50 artistas no festival de fado Santa Casa Alfama que abre hoje

Data:

A nona edição do festival de fado Santa Casa Alfama, em Lisboa, começa hoje com Maria da Fé, Camané, Artur Batalha, Natalino de Jesus, entre outros, e inclui uma homenagem a Carlos do Carmo, que morreu em janeiro passado.

O festival, que acontece hoje e sábado, conta com a participação de mais de 50 artistas, e vai “respeitar as regras sanitárias, como o uso de máscara, a colocação de postos de desinfetação” e, como previa em maio passado o promotor Luís Montez, da organização, como já se atingiu a imunidade de grupo, poderá alcançar os 75% da lotação.

O festival conta com dez palcos espalhados pelo bairro de Alfama, incluindo igrejas, como as de S. Miguel e Santo Estêvão, e sociedades recreativas, como Boa União, Grupo Sportivo Adicence e Magalhães de Lima, instala-se ainda no Museu do Fado, e chega à frente ribeirinha com o palco principal, Santa Casa Alfama, e às janelas do largo S. Miguel.

O terminal de cruzeiros, além de receber artistas no terraço, como André Baptista, acolhe uma projeção de ‘videomapping’ sobre Carlos do Carmo (1939-2021), e uma exposição sobre o fadista, criador de êxitos como “Canoas do Tejo”, “Os Putos”, “Trem Desmantelado”,”Lisboa, Menina e Moça” e “Fado Anarda”, entre outros.

Luís Montez realçou à agência Lusa, na entrevista de apresentação do festival, que este “é uma oportunidade de conhecer um bairro histórico da capital com a sua melhor banda sonora: o fado, género popular e transversal”.

Montez referiu ainda que o Santa Casa Alfama “atrai muitos turistas”, calculando-se que cerca de 15% dos espectadores sejam estrangeiros.

A homenagem ao intérprete de “Bairro Alto”, este ano, passa ainda pela inclusão de um tema do seu repertório nas atuações de todos os fadistas.

Sara Correia, Jorge Fernando, Fábia Rebordão, que recentemente editou o duplo CD “Eu Sri”, Miguel Moura, Teresinha Landeiro, que editou um novo álbum, “Agora”, em abril passado, Rita Guerra, Maria João Quadros, a guitarrista Marta Pereira da Costa, Marco Rodrigues, António Pinto Basto, Tânia Oleiro, António Laranjeiro, Paulo de Carvalho, Ricardo Ribeiro, Gil do Carmo, filho do fadista Carlos do Carmo, FF, Tozé Brito, André Dias, António Pinto Bastos, Teresa Tapadas, Gonçalo Salgueiro e Ana Sofia Varela são outros nomes do cartaz.

O Festival tem uma lotação prevista de 4.000 pessoas, estimando Luís Montez que, “este ano, cumprindo-se as regras sanitárias”, se atinja cerca de 3.000 espectadores.

Montez disse que o festival “é o acontecimento do ano” no meio fadista, pretendendo-se “que cada edição seja diferente e melhor, dando oportunidade de trabalho a todos”.

O preço do bilhete diário é de 20 euros e o passe para os dois dias custa 30 euros.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.