Paralímpicos: Portugal com 33 atletas após atribuição de vaga na natação

Data:

Portugal aumentou para 33 o número de atletas que vai participar nos Jogos Paralímpicos Tóquio2020, que começam em 24 de agosto, depois da atribuição de mais uma vaga na natação.

De acordo com o Comité Paralímpico de Portugal (CPP), o lugar, que será ocupado por Ivo Rocha, foi confirmado hoje pelo Comité Paralímpico Internacional e atribuído através do “método de redistribuição de quotas”.

Com a inclusão de Ivo Rocha, que competirá nos 100 metros bruços SB5, aumenta para seis o número de atletas na natação, a terceira modalidade com mais representantes depois do boccia e do atletismo, que contarão com 10 atletas cada.

Nos Jogos Tóquio2020, adiados no verão passado devido à pandemia de covid-19, Portugal vai contar com 33 atletas de oito modalidades, entre as quais duas estreantes: o badminton e a canoagem.

Em Tóquio, entre 24 de agosto e 05 de setembro, os atletas portugueses vão também participar nas competições de ciclismo, equestre e judo.

Em relação aos Jogos Rio2016, dos quais saiu com quatro medalhas de bronze, Portugal leva menos quatro atletas, mas aumentou de sete para oito o número de modalidades nas quais estará representado nos Jogos Paralímpicos, que decorrerão entre 24 de agosto e 05 de setembro.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.