Taxa de vacinação da 1.ª dose deve atingir os 85% na próxima semana

Data:

O coordenador do plano de vacinação contra a covid-19 admitiu hoje que na próxima semana a taxa de vacinação com primeiras doses deverá atingir os “85 ou 86%”, situando-se ainda nos 81,6%.

“Para a próxima semana, atingiremos, com a ajuda dos portugueses, dos últimos portugueses que têm que vir à vacinação, 85 ou 86% [da taxa de vacinação]. E o processo em termos de primeiras doses está completo. Depois é o processo de segundas doses”, afirmou o vice-almirante Henrique Gouveia e Melo, na Guarda.

Gouveia e Melo visitou hoje o Centro de Vacinação da Guarda, instalado na Pavilhão Municipal de São Miguel, a convite do Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde, e recebeu a Medalha de Excelência e Dedicação do Município “pelo serviço exemplar que tem prestado à Nação”.

“Nós somos um povo extraordinário, um povo esclarecido, que tem um saber e uma cultura muito enraizada e estou convencido que vamos encurralar o vírus da única forma que há, que é tirar-lhe toda a capacidade de manobra, tirar-lhe ‘toda a água para ele nadar,’, como eu digo muito nas minhas analogias marítimas, e ‘secar’ esse vírus. Hoje, estive a ver as estatísticas, estamos a 81,6% de vacinação”, afirmou.

Questionado sobre a vacinação, futuramente, nos centros de saúde, adiantou que a comissão técnica de vacinação elencou um conjunto de pessoas que face às suas características de fragilidade relativamente ao seu sistema imunitário deve ter uma dose adicional.

O processo está a decorrer, informou, lembrando que fez uma estimativa “de cerca de 100 mil pessoas” nessa situação.

“Não é necessário fazer uma ‘Task Force’ para vacinar 100 mil pessoas”, admitiu, apontando que o Serviço Nacional de Saúde “vacinava, normalmente, entre dois a três milhões de pessoas no inverno”.

“O sistema de Saúde tem capacidades e os portugueses têm de acreditar no sistema de Saúde”, vincou.

Sobre a vacinação de jovens com mais de 12 anos, o coordenador nacional do Plano de Vacinação contra a covid-19 disse que tem “uma expectativa elevada”.

“Nós temos cerca de 180 mil jovens ainda por vacinar, nessa faixa etária”, lembrou.

Disse, depois, que enquanto coordenador do plano, se preocupou em “garantir flexibilidade” aos jovens, que têm um “fim de semana exclusivo” e depois “casa aberta”, de forma a facilitar o início das aulas.

A covid-19 provocou pelo menos 4.451.888 mortes em todo o mundo, entre mais de 213,1 milhões de infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 17.658 pessoas e foram contabilizados 1.022.807 casos de infeção confirmados, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil ou Peru.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.