Supermercados portugueses saqueados e incendiados no litoral da África do Sul

Data:

Pelo menos três supermercados de empresários portugueses, filhos de madeirenses, foram saqueados e incendiados no litoral do país em resultado dos distúrbios pró-Zuma, disse hoje fonte consular à Lusa.

“Em Durban consta um caso de um supermercado do Food Lovers Market, onde entraram durante a noite, fizeram prejuízos e roubaram muita coisa”, adiantou o cônsul honorário de Portugal em Durban, Elias de Sousa, à Lusa.

A África do Sul tem sido sacudida nos últimos dias por violentos protestos depois do ex-Presidente sul-africano Jacob Zuma ter sido detido.

“Depois temos, infelizmente, em Pietermaritzburg, uma família que tinha vários supermercados e dois deles foram afetados, julgo que um deles foi incendiado, roubaram muita coisa e também destruíram”, explicou.

Elias de Sousa considerou que a situação que se vive na região litoral do país é neste momento de “grande apreensão”, acrescentando que “têm incendiado supermercados, há imensos distúrbios e estamos a aguardar a comunicação ao país do Presidente da República Cyril Ramaphosa sobre esta situação de insegurança”, frisou.

O cônsul português confirmou à Lusa que as Forças Armadas sul-africanas estão destacadas nas ruas de Durban e Pietermaritzburg, capital da província litoral oriental do KwaZulu-Natal, para conter as ações de violência que eclodiram desde quinta-feira após a detenção do ex-Presidente Jacob Zuma para cumprir pena de prisão por desrespeito ao Tribunal Constitucional, a mais alta instância judicial no país.

Nesse sentido, Elias de Sousa considerou que o envio da tropa sul-africana “será uma mais-valia porque parece que o número de polícias não era suficiente”.

O cônsul honorário português frisou que “as pessoas estão preocupadas”.

“Não é só a nossa comunidade, mas toda a população em geral porque aqui onde vivo temos segurança dia e noite, mas não havendo transportes é possível que à noite não tenhamos segurança”, acrescentou.

No país, estima-se que vivam pelo menos 200 mil portugueses e lusodescendentes, a maioria com ligações à Madeira.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.