Seguro de saúde para idosos e transportes públicos gratuitos em Lisboa

Data:

O candidato social-democrata à presidência da Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, quer criar um seguro de saúde para pessoas maiores de 65 anos com dificuldades económicas e tornar os transportes públicos gratuitos para “avós e netos”.

Estas foram algumas das medidas enunciadas pelo cabeça de lista da coligação “Novos Tempos” (PSD/CDS-PP/PPM/MPT/Aliança) à Câmara de Lisboa, durante a apresentação do seu programa eleitoral, que decorreu esta quarta-feira no auditório da reitoria da Universidade Nova de Lisboa, em Campolide.

Caso seja eleito, Carlos Moedas pretende também reduzir a taxa de IRS na capital, devolvendo aos lisboetas nos primeiros 100 dias de mandato os “32 milhões de euros que vão para a Câmara de Lisboa”.

Ainda em matéria de impostos, o ex-comissário europeu propõe isenção de IMT – Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis para jovens até 35 anos que comprem habitação própria em Lisboa.

Na área da mobilidade, o candidato destacou a proposta de descontos de 50% “no estacionamento da EMEL para residentes em toda a cidade”.

Na corrida à presidência da autarquia foram até agora anunciadas as candidaturas de Fernando Medina (PS), Carlos Moedas (coligação PSD/CDS-PP/PPM/MPT/Aliança), João Ferreira (CDU), Bruno Horta Soares (IL), Nuno Graciano (Chega), Beatriz Gomes Dias (BE), Manuela Gonzaga (PAN), Rui Tavares (Livre), Tiago Matos Gomes (Volt) e João Patrocínio (Ergue-te)

As eleições autárquicas estão marcadas para 26 de setembro.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.