Jogos Olímpicos: Triatleta Melanie Santos 22.ª no primeiro título olímpico das Bermudas

Data:

A portuguesa Melanie Santos terminou hoje no 22.º lugar na sua estreia na prova de triatlo dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, vencida por Flora Duffy, que conquistou o primeiro título olímpico das Bermudas.

A triatleta de Alcobaça, de 26 anos, cumpriu os 1.500 metros a nadar, 40 quilómetros a pedalar e 20 a correr, na Odaiba Marine Park, a 06.30 minutos da vencedora, Flora Duffy, que venceu a prova em 01:55.36 horas.

A atleta das Bermudas destacou-se já no segmento de corrida, deixando a britânica Georgia Taylor-Brown na segunda posição, a 01.14 minutos, e a norte-americana Katie Zaferes na terceira, a 01.27.

A suíça Nicola Spirig, campeã em Londres2012 e prata no Rio2016, atrás de Gwen Jorgensen, que se dedicou à maratona, não foi além do sexto posto, a 02.29 minutos.

Bermudas já era o país menos populoso do mundo a arrebatar uma medalha olímpica, desde a conquista do bronze pelo pugilista Clarence Hill em Montreal1976.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.