Rede Global da Diáspora inicia reuniões presenciais de negócios que a pandemia adiou

Data:

Seis reuniões de negócios internacionais junto das comunidades empresariais mais representativas vão marcar este ano o arranque dos encontros presenciais da Rede Global da Diáspora portuguesa que desta forma procura “acelerar o potencial de negócios e de parcerias”.

Promovida pela Fundação Associação Empresarial de Portugal (AEP), a Rede Global da Diáspora une portugueses em 126 países e o seu propósito é chegar a todos os portugueses e lusodescendentes que vivem fora de Portugal, como disse à Lusa o presidente da fundação, Luís Miguel Ribeiro.

“Estamos a falar de uma rede que pretende ligar todos os portugueses espalhados pelo mundo, que são cerca de cinco milhões, entre portugueses e lusodescendentes”, disse.

Adiados devido à pandemia de covid-19, os encontros presenciais de negócios internacionais junto das comunidades empresariais mais representativas da diáspora vão realizar-se na Europa (França, Luxemburgo e Alemanha) e no continente Americano (Estados Unidos, Canadá e Brasil).

Para Luís Miguel Ribeiro, estes países foram escolhidos porque neles existem “grandes comunidades, com um histórico de cooperação e relacionamento entre as comunidades portuguesas destes países e onde se perspetiva que seja mais fácil potenciar os negócios”.

O Brasil, em particular, é o país que vai acolher o encontro global das Câmaras de Comércio de Língua Portuguesa.

A retoma dos encontros presenciais da Rede acontece numa altura em que esta vai entrar na segunda fase do projeto, na qual será dado “mais enfoque nas empresas e nos empresários portugueses da diáspora, para alavancar as exportações portuguesas”.

“Queremos, através da plataforma, potenciar o ‘networking’ [trabalho em rede], alavancar negócios e criar sinergias e oportunidades para promover as exportações das Pequenas e Médias Empresas (PME) portuguesas e captar investimentos junto da diáspora e das suas comunidades empresariais”, referiu o presidente da Fundação AEP.

Para esta “versão 2.0” da Rede Global da Diáspora está previsto o lançamento de novas funcionalidades, com o objetivo de exponenciar o valor da diáspora portuguesa.

Vai ser lançado um “Portal do Investidor” dirigido a empresas e investidores, para facilitar e acelerar negócios à escala global.

Através de uma ferramenta de ‘business intelligence’ a disponibilizar (Diáspora Business Intelligence) irá ser possível conhecer a diáspora ao pormenor, permitindo às empresas identificar os canais de distribuição mais adequados a cada negócio e setor de atividade, explicou.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.