} Medidas de coação “são manifestamente excessivas” - Mundo Português