União das Misericórdias distinguida com prémio europeu por trabalho durante pandemia

Data:

A União das Misericórdias Portuguesas (UMP) recebeu o prémio “Cidadão Europeu”, do Parlamento Europeu, pelo trabalho em prol do bem-estar da população, sobretudo a mais vulnerável, durante a pandemia, anunciou hoje a instituição.

Em comunicado, a UMP adianta que foi distinguida com o prémio “Cidadão Europeu”, atribuído a pessoas e instituições que se destaquem pelos feitos excecionais, uma distinção na área da proteção dos direitos humanos, consagrados na Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia.

“O Prémio “Cidadão Europeu” atribuído à UMP reconhece o trabalho desenvolvido pelas Misericórdias em todo o país e o apoio prestado à comunidade nas áreas de apoio social e cuidados de saúde, para assegurar respostas adequadas e abrangentes a toda a população, especialmente a mais vulnerável”, lê-se no comunicado.

Acrescenta que as misericórdias de todo o país “têm também desenvolvido inúmeras iniciativas de inovação social e contribuído para a valorização da cultura local e coesão territorial”.

Citado no comunicado, o presidente da UMP, Manuel Lemos, destaca o reconhecimento do trabalho desenvolvido pelas 387 misericórdias, que apoiam atualmente cerca de 165 mil pessoas “através do trabalho incansável de mais de 45 mil colaboradores, que têm sido verdadeiros heróis, especialmente no contexto da pandemia”.

A candidatura da UMP ao Prémio “Cidadão Europeu” resulta de uma proposta apresentada pelo eurodeputado do PSD José Manuel Fernandes.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.