} Perto de 450 mil rastreios aos cancros da mama, do útero e do colo e reto ficaram por fazer no primeiro ano de pandemia - Mundo Português