Fernando Santos coloca Portugal entre os favoritos mas reconhece dificuldade em renovar um título europeu

Data:

A seleção portuguesa de futebol integra o lote dos principais candidatos a vencer o Euro2020, mas o selecionador nacional Fernando Santos lembrou que existe uma “regra de ouro” no que diz respeito às grandes competições.

“Há uma regra de ouro, que é o facto de só ganhar um e é muito difícil ganhar um Campeonato da Europa ou um Campeonato do Mundo”, afirmou Fernando Santos, em entrevista à agência Lusa.

O técnico, de 66 anos, que conduziu Portugal à inédita conquista de um Europeu, em 2016, referiu mesmo que é mais difícil vencer a competição continental do que um Mundial, já que a prova organizada pela FIFA “não tem as melhores equipas, porque deixa de fora algumas europeias que têm melhor nível do que outras que se qualificam de outros continentes”.

“É difícil ganhar um Campeonato da Europa e revalidar o título também. Só aconteceu uma vez, com a Espanha [em 2008 e 2012]. Portugal assume-se como sempre se assumiu em todas as provas em que entrou”, referiu.

Fernando Santos recordou que, desde que foi escolhido como selecionador, em 2014, Portugal “cumpriu duas competições na perfeição”, ao conquistar o Euro2016 e a Liga das Nações, em 2019, “cumpriu muito bem na Taça das Confederações”, ficando no terceiro posto, em 2017, e “não cumpriu tão bem no Mundial2018”, tendo feito “o mínimo exigível”, que foi chegar aos oitavos de final, nos quais foi eliminado pelo Uruguai [1-2].

Face ao estatuto adquirido ao longo dos anos e também pelo facto de ser o detentor do troféu, a seleção lusa faz parte do lote de principais candidatos a vencer o Euro2020, juntamente com França, Alemanha, Espanha, Inglaterra, Itália e Bélgica.

“Esses são os grandes candidatos, mas há a Croácia, que nunca se sabe. Foi finalista do último Mundial e tem muito potencial. Há várias equipas com muito potencial e há sempre surpresas também. Por exemplo, em 2016, o País de Gales foi quase até ao fim [eliminado por Portugal, nas meias-finais]. Além dessas seleções que se afirmam como candidatas, há mais uma ou duas que, mesmo não se afirmando como tal, acabam por ter essa expectativa e podem fazer coisas muito boas”, analisou Fernando Santos à Lusa.

Portugal, que é o detentor do troféu, integra o Grupo F do Euro2020, juntamente com Hungria, Alemanha e França, tendo estreia marcada na competição para 15 de junho, diante dos húngaros, em Budapeste, antes de defrontar os germânicos, em 19, em Munique, e os franceses, em 23, novamente na capital magiar.

Até à partida para Budapeste, marcada para 10 de junho, a seleção nacional vai realizar dois encontros de preparação, com a Espanha, em Madrid, em 04 de junho, e com Israel, cinco dias depois, no Estádio José Alvalade, em Lisboa.

O Euro2020, que foi adiado para este ano devido à pandemia de covid-19, realiza-se em 11 cidades de 11 países diferentes, entre 11 de junho e 11 de julho.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.