Rui Pedro Braz é o novo diretor-geral do futebol do Benfica

Data:

O Benfica anunciou que o antigo comentador televisivo Rui Pedro Braz vai assumir as funções de diretor-geral do futebol profissional do clube a partir de terça-feira.

“O Sport Lisboa e Benfica informa que Rui Pedro Braz assume o cargo de diretor-geral do futebol profissional a partir de amanhã [terça-feira], dia 15 de junho. O Sport Lisboa e Benfica endereça as maiores felicidades a Rui Pedro Braz no exercício das suas novas funções”, refere o clube em comunicado.

Rui Pedro Braz, de 43 anos, é licenciado em Comunicação Social, mestre em Comunicação e Liderança e tem um MBA em Gestão do Desporto.

Este é um regresso ao Benfica, clube no qual desempenhou as funções de secretário técnico da equipa de futsal.

A TVI, canal televisivo onde nos últimos anos desempenhou funções de comentador e analista, também confirmou a sua saída.

“A partir de hoje, Rui Pedro Braz termina a sua ligação com a estação de Queluz de Baixo. Rui Pedro Braz juntou-se à TVI em 2012 e, ao longo destes anos, participou como comentador e analista desportivo em vários programas de sucesso, na antena da TVI e TVI24”, salienta em comunicado.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.