Jardim Botânico da Madeira vai ter uma ala tropical

Data:

O Jardim Botânico da Madeira vai ter uma ala tropical e ser alvo de outros investimentos que visam dotar aquele espaço de maior atratividade, afirmou hoje o presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque.

“Até agosto deste ano nós vamos completar aqui uma empreitada muito importante para o Jardim Botânico que tem a ver com instalação de rega automática em todo o espaço do jardim, uma obra quase invisível, mas fundamental”, disse Miguel Albuquerque no âmbito de uma visita que efetuou aquele espaço, muito procurado pelos locais e visitantes.

O chefe do executivo madeirense de coligação PSD/CDS acrescentou que também será efetuada uma intervenção para “requalificar e impermeabilizar as lagoas e melhorar os acessos, incluindo a criação de rampas para pessoas com mobilidade reduzida”.

“Esta é uma empreitada que tem o apoio do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER)e representa um investimento à volta dos 800 mil euros”, disse.

Miguel Albuquerque salientou que hoje ficou concluído um projeto “inovador, importante para o património botânico” do jardim, que é a construção de uma “ala tropical”.

Explicou que será implementada “numa área de cerca de 7.000 metros quadrados, quase um hectare, que é uma zona que estava quase desaproveitada ao sul, onde será construída uma estufa visitável de mil metros quadrados onde estarão instaladas essas coleções botânicas tropicais, com água, lagoas, riachos”.

Nesta ala será ainda colocada “uma rede gigante para a coleção de pássaros exóticos”.

“Penso que será mais um grande atrativo para o jardim e, do nosso ponto de vista, um investimento muito importante na afirmação do nosso potencial florístico e botânico”, enfatizou o líder regional.

O governante insular também destacou que foram já feitos arranjos na ala norte do Jardim Botânico, na qual foi instalada “uma coleção de cabeleiras portuguesas, que é da melhores coleções do país”.

Também foi requalificada “a entrada com uma coleção de roseiras poliantas, que são aquelas roseiras pequenas, que é uma coleção não muito usual e penso que é das poucas coleções que há no país, do início do século XX, muito variada”, adiantou.

O Jardim Botânico da Madeira – Eng.º Rui Vieira tem uma área ajardinada com cerca de cinco hectares e exibe uma elevada quantidade e diversidade de espécies vegetais (cerca de 3.000) originárias de zonas do globo ecologicamente bem diferenciadas.

Fotografia https://ifcn.madeira.gov.pt/

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.