Conferência ‘online’ dá a conhecer vivência do culto do Espiritio Santo nos Açores e comunidades portuguesas

Data:

Uma conferência ‘online’ que será transmitida em direto, no domingo, a partir dos Açores, Brasil e Estados Unidos irá “partilhar e dar a conhecer a forma intensa” como o culto do Divino Espírito Santo é vivido no arquipélago.

A conferência ‘online’ intitulada “Divino Espírito Santo: o Culto nos Açores e nas Comunidades” decorre no domingo de Pentecostes, 23 de maio, segundo adianta hoje uma nota do Governo Regional, indicando que a transmissão realiza-se em direto, a partir dos Açores, do Brasil e dos Estados Unidos da América, através da página oficial da Direção Regional das Comunidades na rede social Facebook, com início às 18:00 locais (19:00 em Lisboa), com uma duração prevista de 60 minutos.

A iniciativa da vice-presidência do Governo dos Açores, através da direção regional das Comunidades, “pretende partilhar e dar a conhecer a forma intensa como o culto do Divino Espírito Santo é vivido nos Açores e nas suas comunidades de emigrantes e descendentes”, é referido na nota.

Além disso, é acrescentado, pretende-se mostrar “o peso que estas celebrações religiosas representam na vida do povo açoriano, quer este resida ou não no arquipélago”.

As festas do Divino Espírito Santo, tradicionais em todas as ilhas, ocorrem a seguir à Páscoa e têm uma forte expressão em todo o arquipélago dos Açores, envolvendo cerimónias religiosas e a partilha de refeições na rua, além de atuações musicais e outras iniciativas comunitárias que, devido à pandemia de covid-19, têm sido canceladas ou adiadas.

De acordo com a nota do Governo dos Açores, na conferência serão ainda abordadas as “adaptações que estas celebrações adotaram durante a situação de pandemia que se tem vivido no último ano e meio em todo o mundo”.

A conferência será proferida pela investigadora brasileira de ascendência açoriana Lélia Nunes e complementada com os testemunhos dos presidentes das Grandes Festas do Espírito Santo realizadas nas ‘cidades irmãs’ de Ponta Delgada (ilha de São Miguel) e Fall River (Estados Unidos da América).

A investigadora Lélia Pereira Nunes, da Academia Catarinense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, “fará uma abordagem inicial sobre as mais populares festas tradicionais introduzidas pelos povoadores açorianos no Sul do Brasil, promovendo assim a apresentação do seu novo livro” intitulado “Caminhos do Divino – Um olhar sobre a Festa do Espírito Santo em Santa Catarina”, é referido na mesma informação.

A sessão conta ainda com a participação do vice-presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, Pedro Furtado, na qualidade de coordenador das Grandes Festas do Espírito Santo do concelho micaelense, e do empresário Duarte Câmara, como presidente das Grandes Festas do Divino Espírito Santo da Nova Inglaterra, nos Estados Unidos da América.

Através de “várias gerações e vagas de emigração, esta celebração do culto do Divino Espírito Santo “ultrapassou as fronteiras das nove ilhas, constituindo-se atualmente como uma importante ponte de comunicação e um dos maiores fatores de agregação existente entre açorianos”, lembra o executivo regional.

O Culto do Divino Espírito Santo “é considerado a maior manifestação de natureza religiosa dos açorianos e o legado cultural que melhor define e caracteriza a Açorianidade”, é acrescentado na nota.

O Dia da Região Autónoma dos Açores, que é feriado regional, celebra-se sempre na chamada segunda-feira do Espírito Santo, que este ano corresponde ao dia 24 de maio.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.