Portugal recomenda vacina da Johnson & Johnson para pessoas com mais de 50 anos

Data:

A vacina da Janssen, do grupo Johnson & Johnson, contra a covid-19 vai ser administrada em Portugal apenas às pessoas com mais de 50 anos, disse hoje o secretário de Estado da Saúde nas Caldas da Rainha.

“A vacina da Janssen estará indicada e recomenda acima dos 50 anos de idade”, disse Lacerda Sales, que falava à margem de uma visita ao hospital de Caldas da Rainha do Centro Hospitalar do Oeste

“A vacina vai começar a ser agora aplicada” e será hoje publicada uma norma com estas indicações, indicou.

No dia 20, a Agência Europeia do Medicamento (EMA) concluiu que há uma possível relação entre a formação de coágulos sanguíneos e a vacina da Janssen, na sequência de terem sido registados oito casos de pessoas que desenvolveram coágulos sanguíneos em quase sete milhões de pessoas vacinadas nos EUA.

Um dia depois, a ministra da Saúde, Marta Temido, disse não haver qualquer restrição à utilização da vacina da Janssen em Portugal, uma vez que o plano de vacinação está atualmente focado nos mais de 70 anos.

Marta Temido disse na altura que as autoridades nacionais vão seguir as recomendações da Agência Europeia de Medicamentos e que aguardavam a análise da comissão técnica de vacinação.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.