Região de Coimbra lança concurso para eleger “Jovem chef 2021”

Data:

A Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIM-RC) lançou hoje um concurso para eleger até dia 22 de maio um jovem ‘chef’, que representará a região numa competição europeia.

A iniciativa é organizada pela Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra em parceria com a Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra.

“Numa fase inicial vai ser escolhido o ’Young Chef’ que vai representar a Região de Coimbra na fase europeia do concurso ’European Young Chef Award 2021’”, a ocorrer na região do Minho em novembro, explicou em conferência de imprensa o secretário executivo da comunidade, Jorge Brito.

A temática do concurso assenta na “Tradição e Inovação” e os cozinheiros vão ter de confecionar um prato tradicional (entrada, prato principal ou sobremesa), e um outro, que é a inovação desse mesmo prato.

Os cozinheiros devem confecionar os pratos destacando os produtos endógenos, valorizando o território, as comunidades, a cultura e os produtos.

”A tradição e a inovação têm sido trabalhadas na nossa escola, nos cursos da área de gastronomia e culinária, respeitando os produtos e a tradição, naquilo que é a gastronomia regional e nacional. Temos vindo a preparar profissionais, cozinheiros e ‘chefs’ nessa perspetiva”, disse o diretor da Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra, José Luís Marques.

Jorge Brito sublinhou ainda que espera que o projeto contribua para a retoma do setor turístico, “em particular da restauração, mas também para salvaguardar aquilo que é o património coletivo, as tradições”.

O vice-presidente da comunidade, Carlos Monteiro, considerou o concurso como uma iniciativa que “desperta jovens valores e, numa perspetiva local, tem a vantagem de promover os temas alimentares locais, obrigando a trazer inovação às estratégias direcionadas para os produtos locais e para a sustentabilidade”.

O concurso é aberto aos alunos dos cursos da área de cozinha ou pastelaria, com idade compreendida entre os 18 e os 26 anos, ou àqueles que, cumprindo o critério de idade, tenham terminado o percurso de formação em Cozinha/Pastelaria há menos de um ano (relativamente à data do concurso) e sejam oriundos de um dos 19 concelhos que integram a Região de Coimbra.

Os participantes serão avaliados por sete membros do júri.

As inscrições são gratuitas e deverão ser efetuadas através da ficha de inscrição disponível no ‘site’ tastecoimbraregion.pt, onde constam as normas de participação, a partir do dia 28 de abril de 2021.

O concurso “European Young Chef Award” foi criado pelo Instituto Internacional de Gastronomia, Cultura, Arte e Turismo (IGCAT) com o objetivo de promover a inovação na gastronomia tradicional, promover os sistemas alimentares locais, regionais e globais sustentáveis.

Este projeto é apoiado no âmbito do Programa Valorizar do Turismo de Portugal.

A iniciativa está integrada na distinção “Região de Coimbra: Região Europeia de gastronomia 2021-2022”.

Fotografia facebook Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.