António Costa afirma que a evolução é positiva e que Governo está em condições de decidir

Data:

O primeiro-ministro defendeu hoje que o combate à epidemia de covid-19 está a evoluir de forma positiva no país e que as conclusões dos especialistas habilitam o Governo a tomar decisões sobre o plano de desconfinamento.

Esta posição foi transmitida por António Costa na rede social Twitter, após 20.ª sessão sobre a situação da covid-19 em Portugal, no Infarmed, em Lisboa, com a participação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, do presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, de representantes de partidos e dos parceiros sociais.

“As intervenções dos especialistas, na reunião de hoje no Infarmed sobre a situação epidemiológica, foram particularmente claras. Habilitam-nos a tomar as decisões que vamos ter de tomar esta semana”, escreveu António Costa, numa alusão ao Conselho de Ministros de quinta-feira.

Uma reunião em que o Governo decidirá se há condições sanitárias para se avançar para a quarta e última fase do plano de desconfinamento a partir de 03 de maio.

De acordo com o primeiro-ministro, “o combate à pandemia está a evoluir positivamente” em Portugal.

“Mas temos de manter todas as cautelas e cuidados: continuar a usar da máscara, manter o distanciamento físico e a higiene das mãos e evitar contactos desnecessários”, acrescentou.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.