Frederico Morais sobe a oitavo do circuito após terceiro lugar no Narrabeen Classic

Data:

O português Frederico Morais terminou no terceiro lugar a terceira etapa do circuito mundial de surf, ao perder nas meias-finais frente ao brasileiro Gabriel Medina, que viria a vencer o Narrabeen Classic.

Com o terceiro lugar, ‘Kikas’ subiu ao grupo dos oitavos do ranking mundial, ao somar 10.737 pontos, depois de ter iniciado a segunda prova australiana entre os 15.ºs classificados.

Frederico Morais chegou pela terceira vez às meias-finais numa prova do circuito, depois de ter sido finalista Jeffreys Bay, na África do Sul, em 2017, e de ter perdido no acesso à final no Oi Rio Pro, no Rio de Janeiro, em 2019, em ambos os casos diante do brasileiro Filipe Toledo.

Na prova disputada na Nova Gales do Sul, o surfista natural de Cascais foi batido pelo também ‘canarinho’ Gabriel Medina, que reforçou a liderança do circuito, ao totalizar 25.600 pontos, mais 6.195 do que o compatriota e campeão do mundo em título Ítalo Ferreira.

Medina conquistou 12,50 pontos (6 e 6,5), contra 10,7 (5,4 e 5,3) do português, avançado para a final, na qual se impôs ao norte-americano Conner Coffin.

Para chegar à meia-final, Frederico Morais eliminou Toledo, nos oitavos, e o australiano Ethan Ewing, nos quartos de final.

A próxima prova do circuito vai ser em Margaret River, a terceira das quatro previstas para a Austrália, entre 02 e 12 de maio.

Nas provas anteriores, Frederico Morais tinha sido 17.º em Pipeline, no Havai, e nono em Newcastle.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.