Rui Bragança medalha de bronze nos Europeus de taekwondo em -58 kg

Data:

Rui Bragança terminou em terceiro na competição de -58 kg dos campeonatos da Europa de taekwondo, em Sófia, ao perder nas meias-finais diante do espanhol Adrián Vicente.

O lutador do Benfica, quinto do ranking europeu, iniciou a prova com uma vitória frente ao holandês Adil Belkadi, por 11-2, assegurando um lugar nas meias-finais diante do búlgaro Daniel Ladzhev, por 14-5.

Na disputa pela presença na final, Rui Bragança, campeão da Europa em 2014 e 2016, foi derrotado pelo espanhol Adrián Vicente, por 21-11, arrebatando uma medalha de bronze na competição continental.

Nos Europeus, que decorrem até domingo, Portugal está ainda representado por Joana Cunha, em -57 kg, Renato Pereira, em -68 kg, que competem na sexta-feira, e por Júlio Ferreira, na categoria de -80 kg.

A capital búlgara vai ser ainda palco do torneio de qualificação olímpica, em 7 e 8 de maio, que apura os dois primeiros em cada categoria para os Jogos Tóquio2020.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.