Comunidade Beiras e Serra da Estrela pede apoios para têxteis e vestuário

Data:

A Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM-BSE) exige do Governo apoios específicos que ajudem as empresas do setor têxtil e do vestuário a ultrapassar a crise causada pela Covid-19.
As exportações de têxteis e de vestuário das empresas da região registam “uma quebra de quase 30%”, por isso, a CIM-BSE, que tem sede na Guarda, apela ao Governo “para reforçar os apoios e evitar o aumento (de) desemprego e dos problemas sociais no futuro próximo”.
“É por isso, fundamental, que o Governo reforce os apoios a estas empresas, permitindo o acesso ao regime de ‘lay-off’ simplificado e aumente as subvenções previstas para a formação para que seja possível suspender parcial e temporariamente a atividade industrial, sem perda de postos de trabalho, o que é fundamental para o equilíbrio económico e social da região”, defende o presidente da CIM-BSE, Luís Tadeu, que também é o presidente da Câmara Municipal de Gouveia.
Numa nota enviada hoje à agência Lusa, o responsável refere que, “de acordo com a análise aos dados do INE [Instituto Nacional de Estatística], a região das Beiras e Serra da Estrela registou uma quebra de cerca de 30% nas exportações de têxteis e vestuário em 2020, sendo uma região particularmente atingida pelos efeitos económicos causados pela pandemia de covid-19”.
“No subsetor do vestuário de tecido, essa redução foi ainda superior”, acrescenta.
Segundo a CIM-BSE, a quebra nos negócios nos referidos setores “pode ter implicações sociais graves no futuro a curto prazo, sobretudo porque a indústria têxtil e (de) vestuário é muito representativa no total de trabalhadores da indústria transformadora da região”.
No contacto estabelecido com as empresas, a Comunidade Intermunicipal “percebeu que não existem perspetivas de retoma nos principais mercados europeus – que representam 75% das exportações de têxteis e vestuário da região – nos próximos meses, temendo, por isso, pelos efeitos devastadores que isso possa ter nas empresas e no emprego na região”, conclui a fonte.
A CIM-BSE é constituída por 15 municípios, sendo 12 do distrito da Guarda (Almeida, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Guarda, Gouveia, Manteigas, Meda, Pinhel, Seia, Sabugal e Trancoso) e três do distrito de Castelo Branco (Belmonte, Covilhã e Fundão).

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.