Mau tempo:  Empresários afetados em Cascais devem começar a receber apoios amanhã

Data:

A Câmara de Cascais vai apoiar cada um dos empresários afetados pelas inundações no sábado em até 7.500 euros, devendo começar a fazer os primeiros pagamentos na terça-feira, foi hoje anunciado pelo presidente do município.
Em declarações à agência Lusa, Carlos Carreiras (PSD) explicou que ainda está a ser feito o levantamento dos estragos provocados pela depressão Karim, adiantando que o fundo municipal de emergência (através do qual serão dados os apoios) poderá ser ampliado, além dos 100 mil euros previstos e já aprovados.
“Hoje de manhã já ocorreram reuniões com os empresários afetados. Está a ser feito o levantamento dos estragos produzidos, assim como também as coberturas de seguro que cada um tem para fazer face ao prejuízo. […] Ficou definido que pelo menos até ao montante de 7.500 euros será feito esse suporte contra a apresentação, naturalmente, de faturas”, adiantou.
De acordo com o autarca social-democrata, cerca de 20 empresários foram afetados pelas inundações.
“São cerca de duas dezenas de estabelecimentos que foram afetados e é nesses que estamos a fazer as visitas e a fazer os levantamentos. […] Espero poder até amanhã [terça-feira] já fazer os primeiros pagamentos a cada um dos empresários que estão envolvidos”, salientou.
No domingo, a autarquia, no distrito de Lisboa, avançou com a constituição de um fundo de apoio aos comerciantes e particulares afetados pelas inundações que ocorreram no sábado, disponibilizando 100 mil euros, com a possibilidade de reforço desta verba.
“O fundo será regulamentado e atribuído após serem desenvolvidas as auscultações dos comerciantes e particulares e da aferição de cobertura de seguros dos mesmos”, determinou o presidente da Câmara de Cascais.
Segundo Carlos Carreiras, o apoio serve como “uma forma de alento” aos empresários locais e a outros investidores que “estão com a atividade fechada a largos meses” e “com forte perda nas receitas”, devido ao contexto pandémico.
Na sequência da depressão Karim, o concelho de Cascais registou no sábado, de acordo com o município, maior pluviosidade do que nas grandes cheias de 1983, verificando-se inundações em habitações e estabelecimentos comerciais, sobretudo no centro da vila.
Entre as ocorrências, a inundação de uma casa na freguesia de Carcavelos levou à retirada de cinco pessoas, que precisaram de ser realojadas. O município disponibilizou alojamento, mas não foi necessário porque optaram por ficar em casa de familiares.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.