Madeira com recolher obrigatório às 18h nos dois próximos fins de semana

Data:

Todos os estabelecimentos comerciais, cafés e restaurantes na Madeira vão encerrar às 17h nos próximos dois fins de semana e há recolher obrigatório a partir das 18h nesses dias, anunciou  o Governo Regional.
Num comunicado, o Governo Regional especifica que, nesses dois fins de semana (09-10 e 16-17 de janeiro), está interdita a circulação na via pública entre as 18h e as 05h do dia seguinte.
Além disso, “todo o comércio, incluindo grandes superfícies e supermercados, é encerrado a partir das 17h e abertura a partir das 08h”, com exceção para farmácias, clínicas e consultórios e postos de abastecimento de combustível “só para abastecimento de veículos”.
Quanto a restaurantes, bares e similares, “estes estabelecimentos encerram às 17h”, indica o comunicado.
“Atendendo à limitação de circulação, alertamos que os ‘take-aways’ e entregas ao domicílio estarão encerrados” a partir das 18h, lê-se no documento.
O Governo justifica estas medidas pelo facto de a Madeira ter tido um “aumento substancial de casos de Covid-19 na última semana, atingindo uma média diária de cerca de 100 casos”.
Considerando um período de incubação de 14 dias, esta situação, segundo o executivo, “era expectável, dada a entrada de inúmeros viajantes, estudantes universitários e emigrantes para a celebração da quadra natalícia, bem como os convívios associados, e ainda a introdução da nova variante proveniente do Reino Unido nas cadeias de transmissão”.
O Governo salienta que “dos 95 casos positivos identificados no segundo teste, no mês de dezembro, 25 eram da nova variante, com um potencial de contágio 70% superior” e vaticina ser esperado “um aumento do número de casos de contágio, decorrente dos contactos ocorridos durante o fim do ano e da transmissão da nova variante”.
O Governo reitera que sejam mantidas as medidas de proteção individual, o uso da máscara, a higienização das mãos e o distanciamento físico e que sejam evitados os ajuntamentos de pessoas.
Entretanto, em comunicado, a Diocese do Funchal fez saber que “não poderão ser celebradas missas depois das 17h” nesses dois fins de semana e que os lugares de culto vão estar encerrados durante o período de confinamento, em respeito pelas medidas hoje anunciadas.
De acordo com os dados divulgados na quarta-feira pela Direção Regional de Saúde, a Madeira registou pela segunda vez esta semana o máximo de 110 casos ativos, elevando para 2.302 o número de infetados nas duas ilhas habitadas do arquipélago.
A Madeira passa a ter 991 casos ativos, sendo 176 importados e 815 de transmissão local, mantendo os 16 óbitos.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.