Covid-19: Câmara de Almeirim cria serviço de apoio para quem não tem suporte familiar

Data:

A Câmara de Almeirim criou um serviço de apoio para incentivar os munícipes a não saírem de casa no período de confinamento, levando bens essenciais às pessoas mais vulneráveis ou colocadas em confinamento.
A campanha “Se não tem suporte familiar não saia de casa”, criada pela Câmara de Almeirim (no distrito de Santarém), conta com uma “rede de distribuição de produtos alimentares e medicamentos”, que envolve, nomeadamente, o município, as juntas de freguesia, a proteção civil e os escoteiros.
As pessoas idosas, doentes crónicos ou oncológicos, portadores de deficiência ou incapacidade e ainda doentes em isolamento profilático devido à pandemia da covid-19 e aqueles que não tenham qualquer suporte familiar podem inscrever-se nos serviços de Ação Social do município, segundo uma nota da autarquia.
“Para aumentar o patamar de proteção e evitar o contágio da população em geral e da mais vulnerável em particular, face à propagação da covid-19, a Câmara Municipal de Almeirim, no âmbito da Rede Social e com o objetivo de minimizar o impacto negativo da situação de emergência, articulou algumas medidas para este período de confinamento”, afirma.
Tendo em conta as medidas do novo confinamento, o município informa ainda que assegura o atendimento presencial nos seus serviços mediante marcação prévia e que encerrou vários serviços, como biblioteca, assegurando serviço de entregas ao domicílio, piscinas e o cineteatro.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.