Neve pinta de branco municípios de Vila Real e deixa alunos em casa

Data:

A neve que pintou hoje de branco vários municípios do distrito de Vila Real levou ao encerramento das escolas em Vila Pouca de Aguiar e Montalegre, e provocou constrangimentos nos transportes escolares de Boticas e Valpaços.

Desde madrugada que os meios da Proteção Civil e dos bombeiros estão espalhados pelas zonas mais altas do distrito de Vila Real em operações de limpeza de vias e a espalhar sal para que as estradas fiquem transitáveis.

Os agrupamentos de escolas de Montalegre e de Vila Pouca de Aguiar decidiram suspender as aulas nesta sexta-feira que antecede um fim de semana prolongado.

David Teixeira, vice-presidente da Câmara de Montalegre, disse à agência Lusa que os alunos do Agrupamento de Escolas Doutor Bento da Cruz vão hoje ficar em casa por precaução e porque as previsões apontam para um agravamento do estado do tempo durante o dia.

Neste agrupamento estudam cerca de 700 alunos, desde o ensino básico ao secundário, em escolas localizadas em Montalegre, Salto e Cabril.

Em Vila Pouca de Aguiar, segundo fonte da autarquia, as atividades letivas também foram suspensas.

Neste concelho, não se realizou o transporte escolar das zonas de montanha, como do Alvão, Jales e Padrela, e onde a queda de neve foi mais intensa.

De Alturas do Barroso e de Sezelhe, em Boticas, esta manhã não desceram os autocarros escolares e, segundo o presidente da Câmara, Fernando Queiroga, também se verificaram algumas dificuldades na viagem dos professores para aquele concelho.

Neste município, a proteção civil está no terreno desde as 05:00 a desimpedir o acesso às aldeias.

Em Valpaços, verificou-se alguma acumulação nas zonas mais altas e de fronteira com Vila Pouca de Aguiar e Chaves, e cerca de 100 alunos de algumas aldeias não foram à escola devido a constrangimentos na passagem dos autocarros da responsabilidade do município.

Também neste concelho elementos da Proteção Civil e das Infraestruturas de Portugal procedem a trabalhos de limpeza das vias nacionais e municipais.

As fontes referiram que, se necessário, a Proteção Civil está preparada para apoiar as Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) na entrega de medicamentos ou refeições aos idosos, no âmbito dos serviços de apoio domiciliário.

Fonte da GNR disse à Lusa que as principais vias rodoviárias da região estão transitáveis, aconselhando-se, no entanto, precaução nomeadamente da zona Autoestrada 24 (A24), entre Vila Real e Vila Pouca de Aguiar, na A7 e no Itinerário Principal 4 (IP4), na zona da serra do Marão.

FOTO: diário de Trás-os-Montes

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.