Centros de dia na Madeira encerrados até janeiro de 2021

Data:

“O estabelecido nesta resolução é de natureza excecional, sem prejuízo de prorrogação ou modificação na medida em que a evolução da situação epidemiológica o justificar”, referiu o executivo em comunicado.
A deliberação surge na sequência de casos de Covid-19 detetados em utentes e funcionários de infraestruturas para idosos, quando a região assinala 315 infeções ativas, registando também seis óbitos associados ao novo coronavírus.
O governo, liderado pelo social-democrata Miguel Albuquerque, autorizou, por outro lado, a celebração um acordo de cooperação entre o Instituto de Segurança Social da Madeira e a Fundação Mário Miguel, atribuindo uma comparticipação 254 mil euros. “A Fundação Mário Miguel é uma instituição particular de solidariedade social vocacionada para a integração social e comunitária e proteção dos cidadãos na velhice e invalidez, através, designadamente, do desenvolvimento da resposta social de Estrutura Residencial para Pessoas Idosas”, esclarece.
Foi ainda autorizado um acordo entre o Instituto de Segurança Social da Madeira e a Associação de Paralisia Cerebral da Madeira, que vai beneficiar de um apoio de 268 mil euros.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.