Câmara de Ponta Delgada distribui cabazes de Natal a 58 famílias carenciadas do concelho

Data:

 

A 17 e 18 de dezembro, Câmara Municipal de Ponta Delgada procede à entrega de 58 cabazes de Natal a famílias carenciadas das 24 freguesias do concelho.
Iniciativa que conta com a colaboração dos funcionários da Divisão de Desenvolvimento Social da autarquia presidida por Maria José Lemos Duarte, e que se repete todos os anos com vista a contribuir para melhorar a quadra natalícia de mais de uma centena de munícipes.
Desde 2015 que o Município de Ponta Delgada entendeu fazer a entrega dos cabazes diretamente às famílias sinalizadas em cada freguesia, em vez de os distribuir por instituições particulares de solidariedade social (IPSS). Uma ação que só é possível devido à cooperação com as 24 Juntas do concelho e tendo em conta os dados recolhidos em cada freguesia.
As 24 Juntas de Freguesia do concelho sinalizam as famílias mais carenciadas e os colaboradores da Divisão de Desenvolvimento Social da autarquia procedem à entrega de cabazes.

Ponta Delgada, 15 de dezembro de 2020
Gabinete de Comunicação
Lubélia Duarte

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.