Entrevista a Cristina Ferreira na TVI foi programa mais visto no domingo

Data:

A entrevista à apresentadora Cristina Ferreira na TVI, nova acionista e diretora de ficção e entretenimento da estação, foi o programa mais visto no domingo, com uma audiência média de 1,537 milhões de espectadores.

“No dia em que mudou a imagem da informação, em que estreou um novo estúdio com o J8 [Jornal das 8], em que Cristina Ferreira deu a sua primeira entrevista e em que foi lançada a nova edição do Big Brother, a TVI foi a televisão mais vista pelos portugueses”, refere a estação de Queluz, em comunicado.

No regresso oficial de Cristina Ferreira à TVI, a agora acionista da Media Capital com 2,5% afirmou, na entrevista ao J8, que se sentiu “emigrante” na SIC.

“Eu saí [da TVI] a saber que voltava, não sabia era quando, nem em que moldes, mas sabia que voltava. Este é o meu projeto final profissional. Não vou para mais lado nenhum, é aqui que vou ficar até ao fim dos meus dias. Comprar uma percentagem desta casa diz isso mesmo”, salientou Cristina Ferreira.

Sobre a compra da participação na Media Capital, Cristina Ferreira adiantou que representou um investimento de mais de um milhão de euros.

“São as minhas poupanças, o meu dinheiro”, asseverou, rejeitando a ideia de que a participação na dona da Media Capital fosse parte do seu pacote remuneratório.

Questionada sobre a indemnização de 20 milhões de euros reclamada pela SIC devido ao incumprimento do contrato, Cristina Ferreira manifestou-se tranquila: “Enquanto lá estive [SIC] dei o melhor de mim, dei tudo, mas tudo à SIC, mas a partir do momento em que me surge esta oportunidade e nós, vivendo em liberdade, cada um de nós pode fazer as suas escolhas, depois há os contratos e as cláusulas de rescisão”, prosseguiu, referindo que o pedido de 20 milhões de euros não lhe tira o sono.

“Isso vai ser tratado em sede própria”, acrescentou, considerando que quanto à indemnização que estava estipulada no contrato, esta será paga.

Em dia de mudanças, a TVI registou no domingo um ‘share’ de 19,9%.

A estreia do estúdio de informação e um novo formato do J8 resultou numa audiência média de 1,285 milhões de espectadores.

O novo “Big Brother – A Revolução” alcançou uma audiência média de 1,200 milhões de espectadores.

“A TVI foi a televisão mais vista pelos portugueses, foi líder no ‘prime time’ [horário nobre], mas também no horário da tarde, com o programa ‘Somos Portugal'”, refere a estação de Queluz.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.