Empresa da Covilhã testa eficácia de produtos contra o coronavírus

Data:

Uma empresa da Covilhã, que presta serviços na área da tecnologia farmacêutica, microbiologia, físico-química e toxicologia, implementou um ensaio laboratorial que permite testar a eficácia de produtos contra o coronavírus, disse uma responsável pela unidade.

“Estamos a falar das normas europeias que permitem testar a atividade de produtos desinfetantes e biocidas e que recorre a um vírus mimetizador do coronavírus, permitindo assim verificar se o produto em causa tem atividade antiviral”, apontou Ana Palmeira de Oliveira, administradora da Health Products Research and Development (HPRD), que detém a marca Labfit.

Segundo especificou, este ensaio não estava a ser praticado ao nível do setor privado em Portugal e a decisão da Labfit em avançar com o projeto surge face às novas necessidades criadas pela pandemia covid-19.

“Quisemos enriquecer o nosso portefólio de serviços e dar uma resposta às necessidades dos nossos clientes e dos mercados nacionais e internacionais, tendo em conta as novas realidades impostas pela pandemia. Neste momento, já estamos a testar diferentes produtos”, apontou.

Com certificação para a realização de ensaios laboratoriais em diferentes setores, a empresa já tinha outros métodos para testar desinfetantes e decidiu avançar com o novo serviço após ter realizado um processo interno de validação.

Além de ter implementado a norma que permite testar soluções desinfetantes, como o álcool gel, a empresa também está a realizar os protocolos laboratoriais para os produtos têxteis e para superfícies, tais como máscaras e plásticos, respetivamente.

Ana Palmeira de Oliveira detalhou que estão em causa a norma EN14476, destinada aos produtos desinfetantes e antisséticos; a norma ISO 18184:2019, referente ao têxtil, e a norma ISO 21702:2019, que é destinada às superfícies.

Esta responsável sublinhou igualmente que, no setor privado, o ensaio respeitante aos produtos desinfetantes estava a ser prestado num laboratório da Alemanha e que o objetivo da Labfit é afirmar-se como uma alternativa àquela oferta.

A empresa aponta como mais-valias o facto de ter “capacidade de resposta” e “facilidade de comunicação”.

A Labfit surgiu em 2012, na Covilhã, no distrito de Castelo Branco, como resultado de um projeto das irmãs Ana e Rita Palmeira de Oliveira, ambas doutoradas em Ciências Farmacêuticas. Esta é uma marca da Health Products Research and Development (HPRD).

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.