Rede Cultural Aljubarrota 1385 junta três municípios em projeto de 300 mil euros

Data:

Os municípios de Alcobaça, Batalha e Porto de Mós vão lançar um projeto visando a promoção de eventos relacionados com a Batalha de Aljubarrota, numa programação que se estenderá por dois anos e um investimento de 300 mil euros.

Intitulado “Rede Cultural Aljubarrota 1385”, o projeto foi hoje apresentado pelos três municípios que vão submeter à Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Centro a candidatura que visa “implementar uma programação cultural em rede e consolidar o produto patrimonial e turístico em torno da “Batalha de Aljubarrota”, disse à agência Lusa o presidente da Câmara de Alcobaça, Paulo Inácio (PSD).

O projeto vai assentar em parcerias com “agentes culturais e grupos de teatro dos concelhos” onde, ao longo de dois anos, “serão promovidos eventos, entre os quais uma produção teatral em três atos a apresentar nos três territórios”, explicou o autarca.

O programa integrará ainda eventos de natureza musical, teatral, e cinematográfica, entre outras, bem como ações de promoção e divulgação territorial e do património histórico e natural dos três concelhos, com o objetivo de “aumentar a atratividade dos territórios e o número de visitantes; sensibilizar a população a compreender a importância da cultura, arte e ambiente e aumentar a fruição cultural das populações”, pode ler-se numa súmula do projeto a que a Lusa teve acesso.

O objetivo das autarquias é que “algumas ações possam arrancar já este ano”, embora, segundo Paulo Inácio, “o grosso dos eventos vá acontecer em 2021”.

A candidatura terá um valor global de 300 mil euros, financiados pelo Programa Operacional Regional do Centro a 100% no primeiro ano de operações e a 95% no segundo ano.

O projeto tem como entidade copromotora a S.A. Marionetas – Teatro & Bonecos e como entidade parceira a Fundação Batalha de Aljubarrota.

A Batalha de Aljubarrota aconteceu a 14 de agosto de 1385 e marca a vitória das tropas portuguesas comandadas por João I de Portugal e o seu condestável Nuno Álvares Pereira, sobre o exército castelhano de Juan I.

O confronto deu-se no campo de S. Jorge, entre o concelho de Porto de Mós e o de Alcobaça, e é anualmente festejado na vila de Aljubarrota, celebrizada pela lenda da padeira Brites de Almeida que, com a sua pá, teria matado sete castelhanos que encontrara escondidos no seu forno.

A derrota dos castelhanos pôs fim à crise de 1383-1385 e consolidou João I como rei de Portugal.

Como agradecimento pela vitória na Batalha de Aljubarrota, João I mandou edificar o Mosteiro da Batalha, no concelho que assinala o seu feriado a 14 de agosto.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.