Nova ponte sobre o rio Tâmega abriu ao trânsito de forma condicionada

Data:

A circulação na nova ponte sobre o Rio Tâmega, na Estrada Nacional (EN) 304, entre Mondim de Basto e Celorico de Basto, foi aberta ao tráfego de forma condicionada, anunciou hoje a Infraestruturas de Portugal (IP).

De acordo com a IP, nesta fase, a circulação automóvel far-se-á de forma condicionada em regime alternado, de forma a permitir a conclusão dos trabalhos de pavimentação da ciclovia e de marcação rodoviária na plataforma da via esquerda junto ao encontro.

A nova ponte está integrada na empreitada de construção da primeira fase da variante à EN210, que inclui a ligação a Mondim de Basto, uma obra que é uma reivindicação antiga da população e autarcas e que vai ajudar a desencravar este município do distrito de Vila Real.

De acordo com a IP, falta apenas ultimar os trabalhos na nova ponte para concluir a totalidade desta empreitada, que possui uma extensão de 3,7 quilómetros e representa um investimento de 7,6 milhões de euros.

Com a abertura da nova ponte rio Tâmega, uma viagem que demoraria 20 minutos a fazer pode fazer-se em apenas cinco minutos.

A IP referiu que a estrutura tem 232 metros de extensão, 11 metros de largura e inclui uma ciclovia com 2,45 metros.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.