Ílhavo investe mais de 787 mil euros em três novos corredores cicláveis

Data:

A Câmara de Ílhavo adjudicou por quase 500 mil euros a construção de dois novos corredores cicláveis, no âmbito do Plano de Ação para a Mobilidade Urbana Sustentável (PAMUS) do município, informou a autarquia.

O percurso PAMUS 1, com um investimento de 224.720 euros, permite implementar um corredor ciclável e pedonal estruturante entre o centro de Ílhavo e a Zona Industrial da Mota.

Já o percurso PAMUS 2, com um investimento de 262.880 euros, corresponde à construção de um outro corredor entre o centro de Ílhavo e a Avenida dos Bacalhoeiros, junto do nó de acesso à Auto-Estrada A25.

Além disso, a câmara aprovou ainda a abertura de concurso público para a construção do percurso PAMUS 11, com o valor base de 300.000 euros, com o objetivo de construir um corredor ciclável e pedonal que ligará a Zona Industrial da Mota (Gafanha da Encarnação) com a freguesia da Gafanha da Nazaré.

A autarquia adianta que estas estruturas cicláveis municipais, devidamente enquadradas no Plano Diretor Municipal (PDM), “visam a circulação de velocípedes, podendo também ser partilhadas com a circulação pedonal, especialmente nas zonas urbanas, e dão corpo ao PAMUS de Ílhavo ligando as freguesias do município permitindo uma maior coesão territorial”.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.