Deputados do PSD/Madeira na AR defendem reforço de apoio às comunidades emigrantes

Data:

O deputado do PSD/Madeira na Assembleia da República Paulo Neves defendeu hoje o reforço do apoio às comunidades emigrantes na África do Sul e Venezuela e a importância de serem retomadas as ligações aéreas a preços competitivos com aqueles países.

“Tanto do ponto de vista da saúde pública quanto a nível social e económico, a pandemia da covid-19 tem tido consequências altamente negativas também para as nossas comunidades”, declarou Paulo Neves numa iniciativa partidária no Funchal.

Devido a esta situação, sustentou ser “fundamental que o Governo da República reforce todos os apoios e todas as respostas para minimizar estes impactos e garanta que nada falte a quem mais precisa, em países como a Venezuela e a África do Sul”.

O parlamentar social-democrata eleito pela Madeira sublinhou “a importância do acompanhamento que os governos central e regional têm de dar a esta temática”.

“Mal o Parlamento nacional abra portas, os deputados do PSD/Madeira eleitos à Assembleia da República irão solicitar ao Governo central o ponto da situação, pormenorizado, do que se passa com a comunidade na África do Sul e quais os apoios previstos”, anunciou.

Paulo Neves disse que as preocupações também se estendem à comunidade residente na Venezuela, considerando que “o Governo português deve continuar a pressionar para que venha a ser encontrada uma solução política sólida e estável para aquele país”.

O parlamentar também apontou o problema da falta de ligações aéreas regulares para os países onde Portugal tem estas comunidades de emigrantes.

”É fundamental que o Governo da República, que agora manda na TAP – porque fez um processo de autêntica nacionalização da companhia – ponha os aviões a fazerem voos regulares o mais depressa possível, seja para Caracas [Venezuela] seja para a Cidade do Cabo, na África do Sul”, opinou.

No seu entender, não faz “qualquer sentido que estes voos sejam esporádicos e praticados a preços excessivos, como é o caso de um ligação Caracas – Lisboa – Madeira a mais de 1.000 euros”.

Por isso, argumentou que a retoma destas ligações aéreas deve acontecer “rapidamente” , assegurando que “dos voos diretos entre Lisboa e Caracas, um deles passe pela Madeira, como já aconteceu no passado, garantia essa que também deve alargar-se à África do Sul”, apontou.

Outro aspeto referido pelo deputado Paulo Neves foi o facto de os emigrantes poderem efetuar o seu registo junto da Segurança Social o que lhes permite “usufruir destes serviços no futuro”, vincando que o PSD vai acompanhar esta solução “oportuna e benéfica porque representa mais uma forma de apoio, nesta fase”.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.