Peritos da OMS partem para a China para identificar origem da Covid-19

Data:

Peritos da Organização Mundial de Saúde (OMS) partem este fim de semana para a China para preparar uma missão internacional de descoberta da origem do novo coronavírus.
Em conferência de imprensa a partir da sede da organização, em Genebra, o secretário-geral da ONU afirmou que está tudo pronto para a equipa da OMS se encontrar com “os seus colegas chineses” a partir do fim de semana para começarem a “identificar a origem zoonótica (animal) da doença”.
Vão preparar o caminho para uma “missão internacional liderada pela OMS para identificar os anfitriões animais da Covid-19 e determinar como a doença passou dos animais para os seres humanos”, avançou Tedros Ghebreyesus.
O secretário-geral da OMS reconheceu que tem “havido muita discussão” em torno da origem do novo coronavírus, sem se referir a nenhuma tese em particular.
Uma das teses, propagada pelo Presidente norte-americano, Donald Trump, e por membros da sua administração, prende-se com uma alegada origem num laboratório na cidade chinesa de Wuhan, onde começou a pandemia da covid-19.
A pandemia de Covid-19 já provocou mais de 538 mil mortos e infetou mais de 11,64 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.
Em Portugal, morreram 1.629 pessoas das 44.416 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.