Pampilhosa da Serra pede responsabilidade no acesso às praias fluviais

Data:

A época balnear na Pampilhosa da Serra começa no dia 01 de julho e o município apela à “responsabilidade e sensibilidade” dos utilizadores das praias fluviais do concelho.

“Porque vivemos um contexto de exceção, é necessário reinventar a forma como as praias são utilizadas”, afirma em comunicado a Câmara Municipal, presidida por José Brito, que “definiu as regras de acesso às praias fluviais do concelho” em cumprimento com as orientações da Direção-Geral da Saúde (DGS) e da Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

Citado na nota, o vice-presidente do executivo, Jorge Custódio, defende que deve existir uma “grande sensibilidade por parte dos utilizadores, para que usufruam das praias nas melhores condições” e para que “locais paradisíacos não se tornem em locais problemáticos”.

Na sua opinião, o atual contexto de pandemia da covid-19 “apresenta desafios acrescidos para utilizadores e concessionários, pelo que respeitar as novas regras é fundamental”.

A autarquia, no distrito de Coimbra, já está a adotar as medidas definidas pela DGS para as áreas balneares, como a colocação de “sinalética de entrada e saída das praias, sinalética referente aos distanciamentos sociais que todos devem manter e a utilização da bandeira verde, amarela ou vermelha”, consoante os índices de ocupação desses espaços públicos.

“As entradas ou saídas das praias serão limitadas, para que não haja conflitos ou cruzamentos de pessoas”, refere Jorge Custódio, ao recordar que “as medidas de caráter pessoal, que já fazem parte da rotina diária, (…) devem igualmente prevalecer nas praias”.

“O uso de máscara nos acessos a espaços fechados, os cuidados de etiqueta respiratória e o reforço da higienização das mãos são fundamentais”, sublinha.

Neste concelho do interior montanhoso, as praias fluviais da vila da Pampilhosa da Serra e de Janeiro de Baixo “têm a maior capacidade potencial de ocupação”, com 330 e 310 utilizadores, respetivamente.

Já na de Pessegueiro poderão estar 140 banhistas em simultâneo e em Santa Luzia 110, segundo a nota.

Este ano, pela primeira vez, as quatro praias certificadas do concelho “atingiram o pleno, juntando o galardão ‘Qualidade de Ouro’, atribuído pela Quercus, à já habitual ‘Bandeira Azul’”, salienta a Câmara Municipal.

A autarquia recomenda aos banhistas que consultem a aplicação móvel “Info Praia” da APA antes de se dirigirem às praias, o que permite “evitar deslocações desnecessárias e (…) perceber se os locais podem ou não receber mais visitantes”.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.