Madeira mantém escolas encerradas em maio para evitar “correr riscos” 

Data:

As escolas vão permanecer encerradas na Madeira no mês de maio, anunciou hoje o presidente do Governo Regional, sublinhando que o executivo não vai “correr riscos” com a segurança dos alunos face à pandemia de Covid-19.
“A nossa ideia é, eventualmente, em junho, se tudo correr bem, abrir as creches e os jardins de infância, mas é também necessário dizer que os nossos professores estão, muitos deles, numa situação de grande vulnerabilidade pela idade que têm”, disse Miguel Albuquerque, em videoconferência, no Funchal.
O Governo Regional, de coligação PSD/CDS-PP, anunciou hoje a reabertura do comércio e da prestação de serviços ao público a partir das 00h00 de segunda-feira, 04 de maio, mas mantém ainda restrições em diversos setores, quando há registo de 86 casos positivos de Covid-19 no arquipélago, já com 43 recuperados.
“Não vou correr riscos. Eu não posso ter uma situação de insegurança relativamente às nossas crianças”, afirmou Miguel Albuquerque, sublinhando que os alunos só vão regressar às escolas quando se verificar uma “situação de estabilidade” e “alguma segurança” relativamente à pandemia de Covid-19.
O governante sublinhou que esta posição se aplica também aos estudantes universitários madeirenses que estudam no continente, apesar da possibilidade de realização de exames presenciais a partir de meados de maio.
“Ninguém sabe, neste momento, o que é que se vai passar no ensino”, disse o chefe do executivo, realçando que há uma “grande indefinição” sobre a data e a forma como o ensino superior vai reabrir.
Albuquerque garante, no entanto, que os interesses dos estudantes madeirenses serão acautelados, apesar das limitações impostas na operação aeroportuária, com um limite de dois voos semanais operados pela TAP e um número máximo de 100 passageiros autorizados a desembarcar.
“Quando isso (a reabertura do ensino superior) estiver definido, com certeza que nós vamos tomar as medidas no sentido de garantir que os nossos estudantes não são prejudicados”, realçou.
Na quarta-feira, segundo o Instituto da Administração da Saúde da Madeira (IASAÚDE), a região continuava, pelo quinto dia consecutivo, sem novos casos positivos, com um total de 86 infetados.
Contudo, destes, apenas 43 são situações ativas, registando-se o mesmo número de recuperados, com um doente hospitalizado devido ao agravamento da sua condição de saúde.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.