OMS vai voltar a reunir comité de emergência

Data:

A Organização Mundial de Saúde (OMS) vai reunir na quinta-feira o comité de emergência para avaliar a progressão da pandemia de covid-19, quase quatro meses depois de a organização ter detetado o surto do novo coronavírus.

O anúncio foi feito pelo secretário-geral da organização, Tedros Ghebreyesus, que afirmou que o comité vai analisar toda a “nova informação” reunida sobre a pandemia desde a última reunião, que aconteceu em 30 de janeiro.

“Desde o início [do surto], a OMS agiu de forma rápida e determinada”, argumentou, acrescentando que a organização “soou o alarme rapidamente e reiteradamente” desde os primeiros sinais de alarme dados a 31 de dezembro de 2019, quando o sistema de alerta epidemiológico tomou nota de um conjunto de casos de pneumonia de origem desconhecida na cidade chinesa de Wuhan.

Tedros Ghebreysus declarou hoje que a organização trabalha na base da “transparência e da responsabilidade” e que alertou “repetidamente que o mundo tinha uma janela de oportunidade para se preparar e evitar a transmissão comunitária” do novo coronavírus.

“De acordo com os regulamentos sanitários internacionais, voltarei a convocar o comité de emergência [na quinta-feira], quase três meses depois de ter sido declarada [a 30 de janeiro] o mais alto grau de emergência de saúde pública global, tal como foi recomendado pelo comité”, disse o diretor-geral da organização.

A reunião de quinta-feira, realizada por teleconferência, terá como objetivo “avaliar a evolução da pandemia e analisar as recomendações atualizadas”, referiu Tedros Ghebreyesus.

Desde que declarou este nível de emergência [atualizado para pandemia em março passado], a OMS distribuiu “milhões de testes e equipamento de proteção em todo o mundo, formou 2,3 milhões de profissionais de saúde” para lidar com a doença, lançou uma coligação internacional de países, empresas e organizações para investigar e garantir acesso livre e global à futura vacina, testes de diagnóstico e tratamentos, frisou.

“Uma coisa não fizemos: não desistimos. Nem vamos desistir”, prometeu, salientando que já se viu que o novo coronavírus pode provocar “convulsões políticas, sociais e económicas” de forma pior que “qualquer ataque terrorista” e que a escolha das nações deve ser “a humanidade contra este vírus”.

O comité de emergência da OMS é composto por peritos em saúde pública e outras áreas da rede internacional que serve para aconselhar a organização.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.