Águas do Alto Minho suspende faturação para regularizar valores das contas

Data:

Desde o início do ano que existem irregularidades nas faturas emitida pela Águas do Alto Minho (ADAM), uma parceria pública entre o Estado Português e sete Autarquias do Alto Minho.
A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez e as outras câmaras da região, em reunião com a Águas do Alto Minho (ADAM) e o ministro do Ambiente, garantiram a suspensão imediata da faturação até à resolução dos erros identificados, sem qualquer prejuízo para os munícipes.
“Os principais erros dizem respeito a estimativas de consumo manifestamente excessivas, a períodos de consumo errados, a leituras mal integradas, a cobrança de saneamento a clientes não ligados à rede, a diferentes datas de faturação e de consumo, entre outros”, indica a autarquia de Arcos ed Valdevez.
Esta situação agravou-se com o encerramento da loja no âmbito do Estado de Emergência Covid-19 e com um atendimento que se tem revelado manifestamente insuficientes para fazer face ao número de solicitações.
O municípios e a ADAM decidiram ainda que “serão corrigidos os valores cobrados indevidamente, nos casos em que tenham sido pagas faturas com erros, através da emissão de notas de crédito”.
Relativamente ao atendimento serão reforçadas as equipas de atendimento ao publico para que sejam prestados os devidos esclarecimentos às pessoas, bem como responder às reclamações entretanto enviadas.
Na sequência desta reunião, a ADAM já deu nota pública e vai esclarecer os clientes das medidas tomadas para a resolução dos problemas causados.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.