Rock in Rio Lisboa adiado para 2021

Data:

O festival Rock in Rio Lisboa, que deveria acontecer nos dias 20, 21, 27 e 28 de junho, foi adiado um ano, devido à pandemia da covid-19, anunciou a organização.

Assim, a 9.ª edição do Rock in Rio Lisboa irá acontecer nos dias 19, 20, 26 e 27 de junho de 2021, no mesmo local, o Parque da Bela Vista, anunciou a vice-presidente executiva do Rock in Rio, Roberta Medina, num vídeo partilhado nas páginas do festival nas redes sociais.

De acordo com Roberta Medina, foram estudados “vários cenários”, sendo que realizar a 9.ª edição em junho deste ano iria implicar “retomar as montagens da Cidade do Rock” numa altura que a organização acredita ainda não ser favorável.

Os bilhetes já adquiridos para a edição deste ano “manter-se-ão válidos para as novas datas, ficando os dias em aberto até confirmação do cartaz”.

A organização irá aguardar pelo levantamento do estado de emergência, para anunciar outras informações dirigidas aos portadores de bilhetes, assim como novidades relativas a cartaz.

O estado de emergência está em vigor em Portugal desde 19 de março, tendo sido renovado por novo período de 15 dias, até 17 de abril.

Para a edição deste ano do Rock in Rio Lisboa estavam confirmados, entre muitos outros, Foo Fighters, The National, The Black Eyed Peas, Post Malone, Duran Duran, Anitta, A-ha e Bush. Camila Cabello, que também estava entre as confirmações, já tinha anunciado o adiamento da digressão que iria trazê-la a Lisboa.

O Rock in Rio Lisboa realiza-se de dois em dois anos, desde 2004, no Parque da Bela Vista, onde é montada a ‘Cidade do Rock’.

Segundo Roberta Medina, a 10.ª edição irá realizar-se em 2022, retomando os anos pares.

O Rock in Rio Lisboa não é o primeiro festival em Portugal a alterar as datas da edição deste ano devido às limitações para combate à pandemia da covid-19.

A edição deste ano do Festival Músicas do Mundo (FMM), previsto entre 18 e 25 de julho, em Sines, distrito de Setúbal, foi cancelada.

O Primavera Sound do Porto, previsto para os dias entre 11 e 13 de junho, e que foi adiado para 03, 04 e 05 de setembro.

A edição deste ano do Boom Festival, que, tal como o Rock in Rio Lisboa, decorre de dois em dois anos, mas em Idanha-a-Nova, foi remarcada para 2021. A 13.ª edição do Boom Festival acontecerá de 22 a 29 de julho.

O Barroselas Metalfest, que iria acontecer entre 29 de abril e 02 de maio, passou para a mesma data, mas em 2021, o ID No Limits, que deveria decorrer hoje e no sábado em Cascais foi adiado para os dias 13 e 14 de novembro, no mesmo local, o Centro de Congressos do Estoril, em Cascais, e o Gouveia Art Rock, que deveria decorrer entre 01 e 03 de maio, foi adiado para 03 a 05 de outubro.

O Festival Tremor, que ia acontecer entre 31 de março e 05 de abril, em São Miguel, nos Açores, e já tinha a lotação esgotada, foi cancelado e o Soam as Guitarras, que teria início a 02 de abril foi adiado, para data que será anunciada depois de levantado o estado de emergência.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.