Como cuidar dos animais de estimação durante a quarentena

Data:

Gonçalo da Graça Pereira, veterinário especialista europeu em comportamento animal, diz que há certos comportamentos que, se forem adequados à situação que todos estamos a viver, causada pela pandemia de Covid-19, podem evitar problemas quando voltarmos à normalidade:

A verdade é que 54% dos lares portugueses possuem pelo menos um animal de estimação.
É de extrema importância que se explique a todos os que têm animais em casa, também eles de quarentena, algumas dicas de forma a que esta convivência seja a mais adequada para ambos, tutores e animais.

Dicas pata dentro de casa

– Importa manter as rotinas diárias, dentro do possível, para que quando tudo volte à normalidade não existam alterações no comportamento dos nossos animais. Principalmente se forem animais mais idosos, que se podem desorientar com uma maior facilidade com a alteração de rotina/hábitos, nestes casos manter a rotina torna-se ainda mais importante.
– No caso dos cães, animais cuja sociedade se baseia nos vínculos com os outros, e como a nossa vida irá voltar à normalidade (esperemos que em breve!) é importante garantir que eles mantêm a independência que tinham antes. Por isso, é preciso que eles tenham momentos no seu dia-a-dia em que estejam sozinhos. Isto não significa pô-los à parte, significa que eles tenham uma zona da casa onde têm brinquedos, onde, por exemplo, escondemos biscoitos para procurarem. O objetivo é que eles se entretenham nesse espaço de uma forma positiva, mas sozinhos, tal como faziam quando os tutores estavam fora de casa a trabalhar.
– Devemos fomentar todo o tipo de brincadeira e aqui as crianças podem ser uma ajuda. Todo o tipo de jogos e interações são bem aceites, sobretudo os de exploração e os que envolvem o olfato. Um exemplo de uma brincadeira muito simples é colocar dentro de uma caixa de ovos de cartão alguns pedaços de maçã de forma a que o cão tenha de roer a caixa para chegar ao prémio, a maçã.
– No caso dos gatos, não há nada melhor do que uma caixa de cartão para os entreter.
– Ainda no que diz respeito aos gatos nunca nos podemos esquecer de respeitar a sua natureza. Isto significa, sobretudo quando há crianças em casa, que os gatos que estão habituados a estar sozinhos em casa, consigam manter este hábito. Assegure que cada gato tem um local que se possa isolar, se assim o entender, durante o dia.

Gonçalo da Graça Pereira, veterinário especialista europeu em comportamento animal, diz que há certos comportamentos que, se forem adequados à situação que todos estamos a viver, causada pela pandemia de Covid-19, podem evitar problemas quando voltarmos à normalidade

Dicas para fora de casa

– Infelizmente, as regras do Estado de Emergência não se aplicam apenas às pessoas, mas também aos seus amigos de quatro patas. Neste sentido os passeios devem ser curtos, o que não quer dizer que tenham de ser aborrecidos.
– Os cãos têm de andar sempre de trela e nunca soltos, e as trelas devem ter no mínimo dois metros para que o cão possa ter alguma liberdade de movimento.
– Para tornar estes passeios mais divertidos devemos deixá-los usar o olfato, um dos sentidos que os cães mais gostam de usar, tornando assim estes passeios que embora curtos, possam ser interativos, por isso é deixá-los cheirar.
– Devemos evitar que se aproximem de outros cães e de pessoas, pois não sendo transmissível podem ser transportadores do vírus, temos de perceber que o pelo é a roupa do cão e as patas os seus sapatos. Mais uma vez, o isolamento social não se aplica só às pessoas, mas também aos nossos animais. Ao contrário do que sempre se recomenda, infelizmente, nesta fase a distância social é para todos.
– Para que os nossos amigos de quatro patas que tanto gostam de receber festas, consigam fazer os seus passeios sem aproximação a pessoas ou cães, o tutor deve tentar sempre que o cão só preste atenção ao seu tutor e, premiá-lo com um prémio, por exemplo, uma guloseima.
– Se forem os primeiros passeios do cachorro, sendo a socialização deveras importante, deverá ser mantida e apresentando estímulos novos, mas mantida a distância de segurança e, para que haja uma associação positiva, premiá-lo com festas e biscoitos.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.