China reafirma “tradição de apoio mútuo” com Portugal para combater epidemia

Data:

O ministro chinês dos Negócios Estrangeiros reafirmou hoje a “tradição de apoio mútuo” na relação com Portugal e mostrou disponibilidade para ajudar ativamente, numa conversa telefónica com o homólogo português, Augusto Santos Silva, sobre a pandemia da covid-19.

Citado pela agência noticiosa oficial Xinhua, Wang Yi, que é também conselheiro de Estado, afirmou que o lado chinês se “identifica com os sentimentos das pessoas em Portugal” e transmitiu “profunda solidariedade” pelas vítimas e infetados pelo novo coronavírus.

“Como parceiros estratégicos, sempre tivemos a grande tradição de apoio mútuo”, afirmou Wang Yi, que expressou também a sua gratidão a Portugal pelo apoio dado à China na luta contra a epidemia.

O ministro chinês disse ainda estar disposto a fornecer apoio máximo a Portugal e a ajudar ativamente na compra de equipamento médico a fornecedores chineses.

O país asiático apoia especialistas chineses a compartilhar a sua experiência na prevenção e controlo do surto com os seus colegas portugueses, acrescentou Wang, citado pela Xinhua.

Wang Yi expressou ainda a esperança de que Portugal salvaguarde efetivamente a saúde, segurança e os legítimos direitos e interesses dos cidadãos chineses a viver no país.

E afirmou acreditar que a confiança política mútua e a cooperação prática entre os dois lados serão aprimoradas ainda mais na luta contra a doença.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.