Covid-19: Operadora suspende ligações em Trás-os-Montes e reduz frota em 90%

Data:

A transportadora de passageiros Auto Viação do Tâmega tem 90% da frota parada após suspender as viagens no distrito de Vila Real e Bragança, mantendo apenas a ligação Chaves-Vila Real e serviço expresso, disse à Lusa fonte da empresa.
Devido à pandemia Covid-19, foram cortadas muitas linhas, como as ligações de Chaves a todos os concelhos do Alto Tâmega, mas também ligações entre Vila Real e Régua, também no distrito de Vila Real, ou ligações para Vinhais e Mirandela, no distrito de Bragança, adiantou o gestor de tráfego da Auto Viação do Tâmega, Eduardo Santos.
“Cerca de 90% dos autocarros tivemos que cortar o seguro pois estão completamente parados e não estão a dar rentabilidade nenhuma”, alertou.
Ainda sem poder calcular os prejuízos para a empresa com sede em Chaves, Eduardo Santos explicou que estes poderão ser muitos no próximo mês.
“A nível de transportes, por um lado, ainda bem que não anda a viajar quase ninguém. Entre Chaves e Vila Real, em média por cada horário que fazemos vão dois passageiros, o que é manifestamente pouco”, sublinhou.
A ligação entre Chaves e a capital do distrito, Vila Real, mantém-se desde segunda-feira com apenas três horários em cada sentido, saindo de Chaves às 06:30, 12:20 e 15:00, mas Eduardo Santos adianta que nos próximos dias o número de viagens pode ser reduzido.
O serviço expresso, para o Porto e Lisboa, tem também sofrido cortes e a partir de quarta-feira terá apenas dois horários entre Chaves e a capital, acrescentou.
“Não há ninguém a viajar, e estamos a tentar reduzir sequencialmente, para não ser de uma vez só, e derivado à necessidade que algumas pessoas ainda têm, embora a rentabilidade seja pouca”, atirou.
Os Transportes Urbanos de Chaves, também da responsabilidade da Auto Viação do Tâmega, foram suspensos “por tempo indeterminado”, tinha divulgado na segunda-feira a Câmara Municipal de Chaves.
Já em 12 de março a eurocidade Chaves-Verín tinha decidido suspender por tempo indeterminado o transporte público transfronteiriço ocasional devido ao cancelamento de feiras e eventos nos dois municípios provocado pela pandemia Covid-19.
O Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial (AECT) eurocidade Chaves-Verín havia retomado em fevereiro os transportes públicos transfronteiriços, depois de uma experiência piloto que decorreu entre agosto e dezembro.
O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 386 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram cerca de 17.000.
Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Share post:

Popular

Nóticias Relacionads
RELACIONADAS

Compal lança nova gama Vital Bom Dia!

Disponível em três sabores: Frutos Vermelhos Aveia e Canela, Frutos Tropicais Chia e Alfarroba e Frutos Amarelos Chia e Curcuma estão disponíveis nos formatos Tetra Pak 1L, Tetra Pak 0,33L e ainda no formato garrafa de vidro 0,20L.

Super Bock lança edição limitada que celebra as relações de amizade mais autênticas

São dez rótulos numa edição limitada da Super Bock no âmbito da campanha “Para amigos amigos, uma cerveja cerveja”

Exportações de vinhos para Angola crescem 20% desde o início do ano

As exportações de vinho para Angola cresceram 20% entre janeiro e abril deste ano, revelou o presidente da ViniPortugal, mostrando-se otimista quanto à recuperação neste mercado, face à melhoria da economia.

Área de arroz recua 5% e produção de batata, cereais, cereja e pêssego cai 10% a 15%

A área de arroz deverá diminuir 5% este ano face ao anterior, enquanto a área de batata e a produtividade dos cereais de outono-inverno, da cereja e do pêssego deverão recuar 10% a 15%, informou o INE.